Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio2.unb.br/jspui/handle/10482/45733
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2022_RobsonLopesdeAlmeida.pdf3,06 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaricato, João de Melo-
dc.contributor.authorAlmeida, Robson Lopes de-
dc.date.accessioned2023-03-23T19:45:25Z-
dc.date.available2023-03-23T19:45:25Z-
dc.date.issued2023-03-23-
dc.date.submitted2022-11-29-
dc.identifier.citationALMEIDA, Robson Lopes de. Modelos, dimensões e indicadores para mensuração da inovação universitária: reflexões a partir da literatura e das percepções de dirigentes de universidades públicas brasileiras. 2022. 249 f., il. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio2.unb.br/jspui/handle/10482/45733-
dc.descriptionTese (doutorado) — Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2022.pt_BR
dc.description.abstractEvidencia-se a evolução do papel da universidade pública brasileira como protagonista, cada vez mais relevante, do Sistema Nacional de Inovação. O conhecimento produzido por essas instituições tem sido responsável pela formulação de estratégias das nações para o desenvolvimento econômico e social, impulsionando o avanço tecnológico que conduz à inovação. Diante disso, torna-se relevante o entendimento de como a o fenômeno da “inovação” se manifesta no ambiente universitário e como esse pode ser dimensionado, medido e avaliado, em especial no contexto das instituições públicas que precisam prestar contas dos recursos investidos à sociedade. Parte-se do princípio de que a inovação é um fenômeno complexo e sua mensuração possui limitações significativas em organizações universitárias, as quais não podem ser realizadas unicamente com indicadores tradicionais, frequentemente utilizados para a medição de inovação realizadas pelo setor produtivo. Nesse contexto, o objetivo geral dessa tese é “analisar a percepção dos dirigentes vinculados à inovação no âmbito das universidades públicas brasileiras, de modo a subsidiar a proposição de um modelo e indicadores de mensuração”. O percurso metodológico, de cunho exploratório e natureza qualitativa, inicia-se com a elaboração de um referencial teórico- conceitual profundo sobre o tema, no qual foi evidenciado a evolução da conceituação sobre inovação e a sua relação com a universidade brasileira, especialmente após a regulamentação do Marco Legal de CT&I. Para a realização do objetivo proposto, optou-se pela aplicação de técnicas mistas (abordagem qualiquantitativa), envolvendo uma ampla Revisão Sistemática da Literatura, acrescida de estudos bibliométricos, combinadas com o propósito de buscar um entendimento sobre a percepção dos dirigentes [Próreitores e diretores-executivos de Agências de Inovação] a respeito da manifestação desse fenômeno no contexto da academia. Foram selecionados 11 dirigentes que lidam com o ecossistema de inovação de universidades federais e estaduais. Os dados textuais (entrevistas) foram analisados por meio de técnicas de Análise de Conteúdo, apoiadas pelos softwares IRAMUTEQ e ATLAS.ti, que auxiliaram o processo de automatização de algumas análises lexicais, tornando possível integrar níveis qualitativos e quantitativos (estatísticas) na investigação, qualificando ainda mais os resultados da pesquisa. Com a sistematização das percepções dos dirigentes públicos, juntamente com a análise dos indicadores de inovação identificados na literatura, chegou-se a uma proposta de modelo que reúne 9 (nove) dimensões da inovação para universidades públicas, a saber: i) potencial humano; ii) recursos financeiros; iii) práticas gerenciais; iv) ensino, pesquisa e extensão; v) parcerias; vi) transferência de conhecimento e propriedade intelectual; vii) capacidade empreendedora; viii) impacto social; e ix) impacto ambiental. Como proposta para pesquisas futuras, sugere-se o estudo da aplicação das dimensões sugeridas, buscando-se complementação e aperfeiçoamento das métricas a partir de modelos de maturidade de inovação, a exemplo do IRL (Innovation Readiness Level) para mensuração de certos tipos de inovação que ocorrem no contexto amplo das universidades.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleModelos, dimensões e indicadores para mensuração da inovação universitária : reflexões a partir da literatura e das percepções de dirigentes de universidades públicas brasileiraspt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.subject.keywordIndicadores de inovaçãopt_BR
dc.subject.keywordMétricas de inovaçãopt_BR
dc.subject.keywordInovação universitáriapt_BR
dc.subject.keywordUniversidades e faculdadespt_BR
dc.subject.keywordInstituições federais de ensino superiorpt_BR
dc.subject.keywordGestão universitáriapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1It is evident the evolution of the role of the Brazilian public university as an increasingly relevant protagonist of the National Innovation System. The knowledge produced by these institutions has been responsible for formulating national strategies for economic and social development, driving technological advances that lead to innovation. Therefore, it becomes relevant the understanding of how the phenomenon of "innovation" manifests itself in the university environment and how it can be dimensioned, measured and evaluated, especially in the context of public institutions that need to account for the resources invested in society. It is assumed that innovation is a complex phenomenon and its measurement has significant limitations in university organizations, which can not be performed solely with traditional indicators, often used to measure innovation carried out by the productive sector. In this context, the general objective of this thesis is to analyze the perception of leaders linked to innovation within the scope of Brazilian public universities, in order to support the proposition of a model and measurement indicators. The methodological course, of exploratory study and qualitative nature, begins with the elaboration of a deep theoreticalconceptual framework on the subject, in which the evolution of the conceptualization of innovation and its relationship with the Brazilian university was evidenced, especially after the regulation of the ST&I Legal Framework. To achieve the proposed objective, it was chosen to apply mixed techniques (qualiquantitative approach), involving a broad Systematic Review of Literature, plus bibliometric studies, combined with the purpose of seeking an understanding of the managers’ perception [Pro-rectors and executive directors of Innovation Agencies] regarding the manifestation of this phenomenon in the context of academia. There were selected 11 managers who deal with the innovation ecosystem of federal and state universities.The textual data (interviews) were analyzed using Content Analysis techniques, supported by IRAMUTEQ and ATLAS.ti software, which helped in the process of automating some lexical analyses, enabling the integration of qualitative and quantitative levels (statistics) in the investigation, further qualifying the research results. With the systematization of public managers' perceptions together with the analysis of the innovation indicators identified in the literature, a model proposal that brings together 9 (nine) dimensions of innovation for public universities was reached, namely: : i) human potential; ii) financial resources; iii) management practices; iv) teaching, research and extension; v) partnerships; vi) transfer of knowledge and intellectual property; vii) entrepreneurial capacity; viii) social impact; and ix) environmental impact. As a proposal for future research, it is suggested to study the application of the suggested dimensions, seeking to complement and improve the metrics from innovation maturity models, such as the IRL (Innovation Readiness Level) to measure certain types of innovation. that occur in the broad context of universities.pt_BR
dc.contributor.emailmailto:rlalmeida@gmail.compt_BR
dc.description.unidadeFaculdade de Ciência da Informação (FCI)pt_BR
dc.description.ppgPrograma de Pós-Graduação em Ciência da Informaçãopt_BR
Appears in Collections:Teses, dissertações e produtos pós-doutorado

Show simple item record " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/jspui/handle/10482/45733/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.